Beto Carrero e Balneário Camburiú


Ontem eu contei tuuuudo o que você precisa saber sobre ir ao Beto Carrero com crianças pequenas e hoje eu vou contar como foi a nossa viagem, dar todas as dicas de onde ficar e o que fazer.

Fomos viajar no feriado de Corpus Christi. Fechamos tudo pela CVC – passagens, carro, hospedagem e ingressos do parque. Mas antes de fechar, orcei na CVC e comparei os preços diretamente, ficava tudo praticamente igual, exceto as passagens que sairíam bem mais caras.

Dica da CVC – chegar por Navegantes e ir de carro até Balneário Camburiú, é o trajeto mais curto e fica mais perto do parque.

A VIAGEM
Saímos de São Paulo na quinta de manhã e chegamos em Navegantes após o almoço. Levamos as duas cadeirinhas do carro, já que alugar duas lá sairia caro. A cadeira do Gu, por ser mais robusta e menos delicada, só embalamos num saco simples que a Cia Aérea LATAM fornece.

Imagem relacionada

Já a cadeira da Rafa, resolvemos embalar com aquele serviço TrueStar, já que ela tem muitas parques de plástico e couro. Custou R$60 . Caaaaaro, mas não tem pra onde correr… Ou isso, ou corre um grande risco de ser danificada no despache.

Levamos também o carrinho da Rafa e a plataforma. Esses usamos até a porta do avião, para ser usado novamente no desembarque. Toda cia aérea permite que você faça isso, inclusive com carrinhos grandes e que fechem em duas partes (esses que precisa remover o assento). Só precisa avisar na hora do check-in para que coloquem etiqueta de identificação nas duas partes. No caso, tirei a plataforma e levei comido no avião, com medo de quebrar.

Independente de “ir no avião” ou ser despachado, carrinhos não contam como bagagem para crianças até 2 anos. Mesmo assim, a maioria das cias aéreas não contam, mesmo se a criança for mais velha. Já as cadeirinhas contam como volume de bagagem sim. Então observe a quantidade de malas que você estará levando.

O vôo é super rápido, em uma hora chegamos em Navegantes – não dá tempo nem de servir lanche. O aeroporto é super pequeno então as bagagens chegam rapidamente.

CARRO
Alugamos um carro básico na Movida. Não pensamos na hora de fechar, mas deveríamos ter pedido um carro maior e mais confortável. Foi um verdadeiro Tetris pra fazer caber as duas malas e o carrinho. No banco de trás as duas cadeirinhas ocuparam praticamente todo o espaço, não caberia uma terceira pessoa.

Para chegar em Balneário Camboriú, precisamos sair de Navegantes, pegar uma pequena balsa até Itajaí e seguir pela estrada. A distância é de aproximadamente 30km (40min). A balsa é super rápida, a travessia do rio é bem curta e o valor dela é por volta de R$8. Na volta, se for feriado, considere pegar uma fila mais demorada na balsa. Quase perdemos o vôo por isso!!

HOTEL
A CVC havia nos indicado um hotel, mas olhando os comentários no Booking não gostei. Procurei outro, escolhi e terminei fechando pela CVC mesmo, mas o hotel que eu havia gostado. Ficamos no Hamburgo Palace Hotel. O preço foi um dos melhores que encontrei, o hotel é grande, super conservado, tem um café da manhã bem completo, os quartos são agradáveis e o atendimento muito bom. Ele é super bem localizado. Fica ao lado da avenida principal, com um hipermercado Angeloni bem à mão e também fica numa rua a 5 quadras da praia. A região é movimentada, mas não demais. Ficamos muito satisfeitos com a escolha. Ah! O hotel tem piscina aquecida, mas não levamos roupas de banho porque a previsão era frio.

ALIMENTAÇÃO
Comemos todos os dias o café no hotel e as demais refeições no parque. Exceto no domingo que almoçamos no parque UniPraias, mas esse eu falo já já! Aí vai uma dica. Levei potinhos térmicos da Thermos e saquinhos ziploc. No café ficava melancia e melão e levava alguns pães de queijo e bolo para as crianças comerem no parque. Deu super certo! Para a Rafa, levei papinhas Nestlé para almoço e jantar todos os dias, no caso de não ter comida na hora da fome e sempre dava um jeitinho de esquentar em algum lugar. Na quinta a tarde almoçamos (meio jantar) num restaurante na beira da praia, mas não curti a comida. Tudo era bem diferente do que estamos acostumados a comer em São Paulo. Na sexta jantamos no hotel, uma delícia! E no sábado jantamos no parque mesmo, no show Excalibur.

PARQUE BETO CARRERO
Apesar das restrições de altura que limitavam o Gustavo (1,01m) e a Rafa (0,70m) em praticamente todos os brinquedos, as crianças curtiram demais o parque. Andaram muito, brincaram muito. O parque é lindo, além da paisagem, os ambientes são bem lúdicos e divertidos.

Tentamos com todas as forças sair cedo do hotel, mas nunca dava, então pegamos transito na entrada do parque, mas nada que 30 minutos parados não resolvessem, foi bom pras crianças tirarem uma sonequinha.

No primeiro dia almoçamos no restaurante do show Velozes e Furiosos, comemos lanche. No segundo almoçamos no self-service Ataliba Grill, localizado na parte externa da praça de alimentação. Delicioso, vale conhecer!

 

 

 

 

 

 

 

O post completo com todos os detalhes do parque você vê aqui Beto Carrero World com Crianças Pequenas – Tudo o que você precisa saber

PARQUE UNIPRAIAS
Fiquei tentando descobrir o que era exatamente o Parque UniPraias através dos folhetos no hotel e pelo site, sem sucesso. Não entendia, mas resolvemos ir, afinal tínhamos o dia todo de domingo para passear. E que bom que fomos! O lugar é uma graça! A começar pelo bondinho, R$39 por pessoa e criança não paga até 6 anos. Que vista é aquela!!!! Quando você for entrar, peça pra sentar no lado mais bonito da vista (de costas para a subida do morro). Ah! E dá pra embarcar com o carrinho fechado. Chegando lá já encontramos as duas aventuras radicais o YouHooo, R$35, que é um trenó de montanha no meio da Mata Atlântica, com 710m de percurso. Dá pra ir sozinho ou em dupla. O piloto precisa ter ao menos 1,40m de altura e o acompanhante 1,10m. O papai foi, nós não. Ele adorou mas disse que é super rápido. Em 3 minutos o percurso termina. A outra atração é o ZipRider R$45, uma tirolesa de 750m de distância e mais de 200m de altura. 

Mas o mais legal mesmo foi passear pela Floresta Encantada R$15 e crianças até 2 anos não pagam. As crianças amaram, brincaram demais! Imagina uma “cidade-floresta” de duendes? Tem casinhas miniatura, poços dos desenhos, um encanto só, literalmente!! O passeio é rápido. Não gasta-se mais do que 3 horas lá dentro.

Imagem relacionada

O UniPraias tem estacionamento e locais para comer/lanchar. Vale a pena chegar cedo e ficar para almoçar no restaurante do parque, o Vikings. O preço é justo, a comida é ótima e os pratos são super bem servidos! Comemos um peixe assado com guarnições, hummmm!! Além do mais, tem um mini playground pra entreter a criançada, ponto mais que positivo, né?!

Nosso domingo foi uma delícia! Tomamos café no hotel, fizemos check-out, passeamos no parque UniPraias, almoçamos no restaurante Vikings e de quebra, conseguimos assistir ao por do sol no píer da praia.

A VOLTA
Voltamos com uma boa margem de tempo para devolver o carro, trocar de roupa e despachar as malas, mas não contávamos com o trânsito na fila da balsa. Quase perdemos o vôo, mas deu tudo certo. Fizemos check-in online no caminho, nos trocamos rapidinho e despachamos tudo. Na volta, usei um serviço local de embalagem de bagagem para proteger a cadeirinha da Rafa. R$40, um pouco mais barato que em SP mas de qualidade bemmmm inferior, tanto que rasgou onde mais teve atrito e ralou de leve a cadeira. Faz parte! Chegamos em SP tarde, jantamos no aeroporto e voltamos pra casa. Ufa!

A viagem foi deliciosa, aproveitamos demais os momentos em família. As crianças evoluem e amadurecem absurdamente quando passam por experiências assim, né? Por mim, viajava todo final de semana, mas né… $$$$..!!!

Previous Como untar forma e o bolo não grudar - Misturinha mágica da vovó
Next Brinquedos - 0 a 6 meses

2 Comments

  1. Maria
    julho 17, 2017

    Acabamos de voltar de lá e também adoramos! Em relaçao aos brinquedos eu tive uma impressão diferente! Achei que o parque tem muito mais atraçoes para crianças pequenas e quase todos os brinquedos eram a partir de 90 cm … Meu filho que tem 92 conseguiu se divertir muito, entrou na maioria dos brinquedos…. menos naquela parte mais radical, né.. rs E demos a sorte de encontrarmos o parque super tranquilo, nem 10 minutos de fila.. 🙂 O novo Blog ficou uma graça! Bjs

    • Karen
      julho 18, 2017

      Que delícia, Maria!! Acho que, pelo Gustavo ser super medroso, eu tive essa impressão. Quem bom que vocês curtiram e que sorte ter o parque vazio!!!! Muito obrigada pelo carinho e volte sempre aqui!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *